terça-feira , 9 agosto 2022

Home » Brasil » Ativistas estão tirando animais nesta madrugada de dentro do Instituto Royal em São Roque

Ativistas estão tirando animais nesta madrugada de dentro do Instituto Royal em São Roque

outubro 18, 2013 4:00 am by: Category: Brasil, São Paulo, Saõ Roque A+ / A-

Fontes: Facebook e links que pedem a divulgação pela imprensa. Estamos reproduzindo com o intuito de ajudar na divulgação.

Da redação: Entenda o que está acontecendo em São Roque, desde o dia 12,  até esta madrugada. Nestas primeiras horas desta madrugada, ativistas já resgataram mais de 200 cães da raça beagle que estavam dentro do Instituto Royal, para experimentos de testes de cosmetologia. Na foto extraída do Facebook, temos as primeiras imagens dos resgates.

beagle1

Sábado, dia 12: Começaram greve de fome, ativistas que afirmam ir até as últimas consequências, caso não sejam atendidos.

Dois estudantes, uma empresária e uma designer de jóias estão acorrentados ao portão de entrada do Instituto Royal, laboratório especializado em testes para a indústria. Alguns dos testes são realizados em animais como ratos e cães. Entre os testes de toxicologia realizados pelo laboratório, como descrito no site da instituição (veja aqui), estão a irritação ocular aguda, que consiste em colocar substâncias químicas nos olhos dos animais e observar as lesões ao decorrer dos dias.

Os ativistas só saem do posto para ir ao banheiro um de cada vez em uma casa próxima ao local. Estão dormindo no chão e se alimentando com dificuldade. Todos os ativistas envolvidos na ação são veganos e, portanto, contrários a qualquer forma de exploração animal.

Na noite do domingo (13), dois dos ativistas iniciaram uma segunda fase da ação, uma greve de fome que não tem prazo para terminar. Entre as reivindicações dos manifestantes (veja todas), estão a permissão para entrar no instituto e a libertação de todos os animais que estão confinados lá. Segundo os ativistas, representantes do Instituto Royal chegaram a manter um diálogo, mas adiantaram que não vão atender às revindicações.

Fátima Couto Valle (Facebook | 11 2227-0264), que é a porta-voz do grupo Frente Antivivissecção do Brasil e coordena a ação da cidade de São Paulo (70km do local do local do protesto), pede para que todas as pessoas que tenham compaixão pelos animais, compartilhem as notícias referentes a esta ação nas redes sociais para que a repercussão seja maior. Para ver as atualizações em tempo real da ação, acompanhe a página no Facebook,clique aqui.

O grupo busca mais pessoas que estejam dispostas a se acorrentar no local para revezar com alguns ativistas. Já os manifestantes que iniciaram a greve de fome, pretendem ir até as últimas consequências, caso não sejam atendidos. Se você quer fazer parte desta ação, entre em contato com Fátima Couto Valle, através do perfil no Facebook ou telefone já citados.

O Instituto Royal fica na Rodovia Raposo Tavares, km 56 (na entrada do Restaurante Stéfano). O bairro é Jd. Esther, São Roque-SP.

Uma petição com quase cerca de 140 mil assinaturas de apoio está neste link. Assine também.

Da redação: Aqui, estamos retransmitindo as publicações do com om intuíto de mostrar o que está sendo relatado sobre o assunto.

Ativistas e protetores estão se deslocando para a cidade de São Roque, nesta madrugada, e se planeja, por meio das redes sociais, uma grande manifestação no sábado.

Da redação: Abaixo, outra fonte que estamos reproduzindo, com registro dos fatos, a cada 60 segundos, abaixo:

18/10 – Sexta-feira

03h05: Infelizmente precisaremos interromper a transmissão. Estamos indo para o local! Seja vegana(o) e ninguém sairá ferido: www.sejavegano.com.br.

03h04: Ativistas encontram Beagle congelado em nitrogênio líquido! (foto).

03h00: Recebemos a informação de que a PM está parando os carros na rodovia Raposo Tavares e prendendo quem está com cachorro. Não temos outra solução mas parece que o ideal seria ficar na cidade de São Roque após resgatar algum animal.

02h55: Polícia Militar prendeu alguns ativistas! (veja aqui).

02h54: Mais uma foto, uma cãozinha velhinha (veja foto).

02h50: Ativistas que estão no local pedem carros, coleiras e mais gente para ajudar no resgate, são muitos animais! (veja aqui).

02h49: No Facebook, pessoas oferecem lar temporário para os cães resgatados (veja aqui).

02h47: Comoção geral no resgate dos animais! (veja foto).

02h42: Ativista chora ao resgatar um cãozinho no Instituto Royal! (veja foto)

02h39: Ativista que está no local afirma que já foram resgatados mais de 200 cães! É preciso mais pessoas com carro no local para ajudar nos resgates. (veja aqui)

02h34: Amigos, estamos diante de uma noite histórica!

02h33: Mais fotos! Os cães estão sendo resgatados! (veja a foto).

02h30: Nova foto! Os animais saíram pela primeira vez do inferno! (veja a foto).

02h27: Mais um ativista saindo com um cão resgatado (veja aqui a foto).

02h25: Organização comemora o resgate dos animais que está aocntecendo agora! (veja aqui)

02h24: Mais uma foto (veja aqui). Momento histórico em nosso país.

02h20: Mais uma foto de ativista com um cão nos braços! (veja aqui)

02h19: PRIMEIRA FOTO DE UM CÃO RESGATADO DO INSTITUTO ROYAL! (VEJA AQUI | Link alternativo)

02h14: O deputado estadual Feliciano Filho acaba de publicar e confirmar que os ativistas estão saindo com alguns cães resgatados! (leia aqui).

02h13: Ativista que está no local publica o que pode ser o primeiro relato de resgate dos cães (leia aqui).

02h11: Foto: Black Bloc SP publicou agora uma foto com dezenas de ativistas dentro do Instituto Royal
(veja aqui) e convocou mais ativistas para ocupar o local.

02h08: Cerca de 30 ativistas estão dentro do Instituto Royal. A Polícia Militar tenta negociar a saída. Não há informações de confronto.

02h03: A ativista Natália Lopes, que acabou de entrar no Instituto Royal, comentou em seu Facebook: “Tem cachorro aqui sem pata!” (veja aqui)

02h01: A apresentadora Luisa Mell acaba de confirmar que também entrou no Instituto Royal (leia aqui):“Entramos! Ocupa São Roque! Libertação animal já!”

01h58: Foto: Ativista postou uma foto já do lado de dentro do Instituto Royal! Mais pessoas estão entrando na instituição (veja aqui).

01h57: Ativista que está no local diz que é preciso mais gente e convoca mais pessoas! (veja aqui) |
Como chegar ao local

01h50: Mesmo quem está na entrada do Instituto Royal não sabe dizer o que está acontecendo lá dentro neste momento.

01h41: Segundo uma ativista que está no local, parte dos manifestantes realmente invadiu o local e foi direto para os canis. A polícia foi atrás (veja aqui). Não há ainda informações de confronto.

01h37: Está no Instituto Royal ou tem informações atualizadas? Comente aqui e nos ajude a espalhar essas informações importantes.

01h35: A petição passou de 127.000 assinaturas. Assine para aumentar a pressão sobre o Instituto Royal. Isso ajuda a convencer o prefeito e outras autoridades do município de que o caso é realmente importante.

01h24: A atriz Thayla Ayala gravou um vídeo de repúdio ao Instituto Royal agora há pouco (veja aqui).

01h20: Ativistas de diversas partes do estado de São Paulo confirmaram presença na manifestação de sábado. Neste momento tem pessoas de cidades de mais de 100km de distância indo para o Instituto Royal (sim, de madrugada!). Certamente essa sexta-feira será um dia histórico no Brasil.

01h09: Segundo a ativista Antilia Reis, que está no local, chegaram as equipes do SBT e da Rede TV ao Instituto Royal (veja aqui).

01h05: Hashtag #institutoroyal em 1º lugar nos TrendingTopics Brasil do Twitter.

01h01: Segundo Fátima Valle, da organização, um grupo Black Bloc chegou neste momento no local e já indaviu o Instituto Royal com violência.

00h59: Hashtag #institutoroyal em 2º lugar nos TrendingTopics Brasil do Twitter. Só está atrás do programa que está no ar na Rede Globo.

00h48: Como chegar ao Instituto Royal | Para chegar ao Instituto Royal, como o mesmo é bem escondido, por motivos óbvios, sigam o mapa do restaurante Stefano, que é a 2 minutos do Instituto Royal. Quando chegarem no restaurante Stefano, sigam em frente na rua, verão uma pequena praça, um terreno baldio, virem a direita e desçam a rua até o fim. No fim da rua é o portão do Instituto. O segundo portão fica em uma entrada ANTES do restaurante Stéfano, na rodovia (para quem vem de SP- entrada a direita) desçam nesta entrada e virem a esquerda e chegaram no 2º portão.” (Google Maps | Localização exata na seta verde)

00h44: Outra ativista que está no local, Antilia Reis, informou neste momento que mais carros de polícia chegam ao local (veja aqui).

00h41: Foto: Policias da PM fizeram cinturão em frente ao portão destruído do Instituto Royal agora há pouco (veja aqui).

00h38: Foto: Uma das ativistas que está no local, Adriana Greco, publicou fotos do portão do Instituto Royal destruído (veja aqui).

00h37: Matéria que saiu agora há pouco no Portal de Notícias da Record, o R7, sobre o caso (leia aqui).

00h33: Em ligação gravada, representante do Instituto Royal confirma que há cães, camundongos e coelhos no local (veja aqui).

00h30: Segundo Adriana Khouri, que está no local, um ativista entrou e confirmou que há animais mortos (veja aqui).

00h22: Segundo informações não oficiais, o vereador Guto Issa e o Deputado Estadual Feliciano Filho estão neste momento no Instituto Royal tentando entrar com uma comissão.

00h15: Hashtag #institutoroyal em terceiro lugar nos TrendingTopics Brasil do Twitter.

00h12: AnonymousBrasil assume autoria por ataque ao site do Instituto Royal (veja aqui).

00h05: A petição já passou de 115 mil assinaturas. Se você ainda não assinou, assine! O número de assinaturas é importante porque mostra para os adminsitradores do município de São Roque-SP que o caso é sério e está repercutindo nacionalmente.

00h03: Palavras da organização: “Não há provas que estejam matando os animais…. no entanto é lógico que matem os mais debilitados pelos testes para eliminar provas… é o protocolo de qualquer ser humano que não tenha problemas mentais, e acredito que eles lá sejam bem espertos…” (veja aqui)

17/10 – Quinta-feira

17/10 – 23h55: Com 1,1 milhões de seguidores no Facebook, o Grupo AnonymousBrasil está acompanhando o caso do Instituto Royal. (veja aqui).

17/10 – 23h38: O grupo Black Bloc SP publicou agora há pouco em sua página oficial: “Só um aviso: essas mortes no Instituto Royal não vão ficar em vão!” (veja aqui)

17/10 – 23h34: Segundo a ativista Adriana Khouri, estão neste momento dentro do Instituto Royal 3 vigilantes, 8 funcionários (incluisve membros da diretoria) e 2 políticos. A ativista está indo para a delegacia prestar depoimento. Muitos outros ativistas estão no local.

17/10 – 23h37: As assinaturas contra o Instituto Royal já estão na casa dos 110 mil. É importante para aumentar a pressão e fechar esse lugar de uma vez por todas. Assine!

17/10 – 23h23: Palavras da organização: “Pessoal, quem está passando as informações de dentro do Royal é um funcionário que está ajudando escondido, no total 12 cães já foram mortos, e os gritos que elas estavam ouvindo eram de beagles sendo tirados pra serem escondidos. Como estavam todos estrupiados e cortados e rasgados, dói muito quando tocam neles!”

17/10 – 23h20: Palavras da organização: “A Adriana Khouri acabou de passar a informação por celular que realmente todos os celulares dos funcionários do royal foram confiscados, e estão todos dentro do royal agora, com 2 politicos, precisamos de reforço da policia de São Paulo, porque a policia de São Roque nada faz… Ajudem, divulguem, precisamos urgente de pessoas!”.

17/10 – 23h17: Matéria que saiu esta noite no G1, clique aqui.

17/10 – 23h11: A informação é de que os funcionários não puderam sair do instituto Royal e que tiveram seus celulares confiscados. Se isso for verdade, a instituição precisará lidar com a acusação de cárcere privado.

17/10 – 22h41: A ativista Adriana Khouri acabou de publicar: “Os animais mortos estao no porão.”

17/10 – 22h34: Segundo Fatima Valle, da organização: “Adriana khouri está implorando pela ajuda de alguém, os animais estão gritando de dor!”. A ajuda de promotores ou autoridades é necessária nesse momento.

17/10 – 22h08: A apresentadora Luisa Mell, que também está no local, relatou que a situação está terrível nesse momento. Muitos gritos dos animais. Leia: http://vsta.se/2cys

17/10 – 22h04: Há mais de meia hora ativistas que estão lá relatam que ouvem os cães gritando. A suspeita é de que estão mesmo sendo mortos, infelizmente.

17/10 – 21h58: ATENÇÃO: A ativista Adriana Greco afirmou que os cães estão sendo mortos! LEIA:http://vsta.se/oitb

17/10 – 21h02: Vídeo da organização dando entrevista à equipe da Rede Bandeirantes, gravado agora há pouco: http://youtu.be/ktCSkzltytc

17/10 – 20h58: Há rumores de que animais debilitados estão sendo sacrificados dentro do Instituto Royal, mas ninguém da organização publicou nada a respeito. Por enquanto, são rumores.

17/10 – 19h49: Neste momento, vários carros de ativistas estão no local. São dezenas de pessoas vigiando o Instituto Royal. Fotos tiradas agora: http://vsta.se/acq6

17/10 – 19h46: Segundo a organização, é importante que fique claro que o protesto de sábado precisa ser pacífico. Os animais precisam ser retirados de lá por veterinários e com o auxílio da Lei. Não é um chamado para invasão do local.

17/10 – 19h36: Segundo Fatima Couto Valle, uma das organizadoras da ação, a situação agora é calma e já chegaram muitos ativistas ao local.
(Fonte: http://vsta.se/qtrj)

17/10 – 19h23: A ativista Adriana Khouri acaba de postar várias fotos do local pelo celular. Veja as fotos: http://vsta.se/gekq

17/10 – 19h20: A ativista Adriana Khouri, que está no local desde sábado (12), declarou: “Obrigada. Revertemos com a presença em massa. Beagles não sairam, estão presos nos canis. Situação dominada por nós nos 2 portões.”

17/10 – 19h18: Segundo informações não oficiais, a TV TEM, afiliada local da Rede Globo, está neste momento se digirindo ao Instituto Royal.

17/10 – 19h10: Aos que pretendem se dirigir ao local, não se esqueçam de levar mantimentos, guarda-chuva etc. Chove neste momento no local.

17/10 – 19h07: Segundo informações não oficiais, equipes do SBT e da Record estão no local.

17/10 – 19h06: A médica veterinária Fernanda Beda, do CRMV, está no local.

17/10 – 18h58: De volta à São Roque, vindo de Brasília, o vereador Guto Issa está também na porta do Instituto Royal acompanhando a movimentação.

17/10 – 18h53: Na tarde de hoje, o Movimento Não Mate, grupo de São Paulo, declarou apoio aos protestos em São Roque e disponibilizou um cartaz especial sobre o caso. Baixe em http://www.naomate.org/#!vivisseccao/c21f2

17/10 – 18h47: Informações úteis para quem quiser ir hoje ao Instituto Royal (leia aqui http://vsta.se/kuio). Como são 2 portões, é necessária a presença de mais pessoas para manter o local vigiado e evitar que eles retirem os animais.

17/10 – 18h44: Ativistas estão bloqueando o portão 2 do Instituto Royal para que não saia nenhum carro. Este é o portão onde fica o canil do local.

17/10 – 18h41: Mais de 100 mil pessoas já assinaram a petição para aumentar a pressão sobre o caso! Assine também: http://vsta.se/m96z

17/10 – 18h40: A apresentadora Luisa Mell chegou ao local (Foto: http://vsta.se/od6l). A negociação é para que o Instituto Royal informe se tirou algum animal do local hoje.

17/10 – 18h33: Um carro de reportagem chegou ao local.

17/10 – 18h27: A ativista Adriana Greco, que está no local desde sábado (12), publicou fotos dos veículos que entraram e saíram hoje do Instituto Royal. Esta é a foto de uma das vans: http://vsta.se/aybj

17/10 – 18h23: Na manhã desta quinta-feira o vereador da cidade de São Roque-SP Guto Issa publicou o apoio que recebeu do Dep. Federal Ricardo Izar Jr. Assista ao vídeo, gravado no Congresso Nacional: http://youtu.be/y4G1solP9LQ

17/10 – 18h18: Não há informações de que animais foram retirados do local. O plano inicial da organização era sair hoje do portal do Instituto Royal para recarregar as baterias e voltar com todos os manifestantes no sábado. Porém, agora há um receio geral de que os animais sejam retirados nessa madrugada.

17/10 – 18h12: A petição oficial já passou das 99.000 assinaturas. É importante a pressão também através dessa petição, para que os administradores do município de São Roque saibam a repercussão do caso. Você já assinou? http://vsta.se/m96z

17/10 – 18h07: Durante a tarde de hoje, uma movimentação estranha nos portões do Instituto Royal fizeram a organização dos protestos pedirem ajuda. Vários carros e até um caminhão entraram e saíram do local. A suspeita é que eles tenham tentado retirar os animais para não serem flagrados por maus-tratos.

17/10 – 18h06: O site do Instituto Royal está fora do ar.

Leave a Comment