sábado , 8 maio 2021

Home » Alphaville » Governador Alckmin repassa Parque Ecológico às prefeituras de Barueri e de Santana de Parnaíba, neste domingo (22)

Governador Alckmin repassa Parque Ecológico às prefeituras de Barueri e de Santana de Parnaíba, neste domingo (22)

junho 20, 2014 4:30 am by: Category: Alphaville, Barueri, Brasil, Santana de Parnaíba, São Paulo A+ / A-

 

parque_ecologico_secombarueriFoto: Secom/ Barueri

O governador Geraldo Alckmin assina neste domingo, 22 de junho, às 10 horas, o termo de permissão de uso do Parque Ecológico Tietê, em Alphaville, à Prefeitura de Barueri. 

A solenidade acontecerá em frente ao prédio da administração do Parque (que fica na Via Parque, nº 1600, em Alphaville), e terá também a presença dos prefeito de Barueri Gil Arantes e de Santana de Parnaíba Elvis Leonardo Cezar dentre outras autoridades. 

O dia também contará com diversas atrações culturais para crianças e adultos a partir das 10h, como Ativa Geral, Zumba, Galinha Pintadinha (12h) e Royce do Cavaco (14h). 

O Parque

A concessão do Parque, além de cuidar da manutenção e investir em novos equipamentos, as prefeitura tem planos de tornar o Parque um espaço para eventos culturais e de educação ambiental. 

Situado à margem direita do rio Tietê, na continuação da Via Parque, em Alphaville, o Parque Ecológico do Tietê – Núcleo Tamboré foi criado pelo governador do Estado de São Paulo, Paulo Egydio Martins, em 30 de abril de 1976, com a publicação do decreto nº 7.868.
O objetivo foi de integrar a preservação ambiental com lazer, através do reaproveitamento das áreas desapropriadas e “excedentes” da retificação do rio Tietê na região de Osasco/Barueri/ Santana de Parnaíba, sendo inaugurado em 11 de março de 1979.

Ocupa uma área de aproximadamente 1.565.000,00 m² – semelhante à área do Parque do Ibirapuera, em São Paulo. 

Recebendo cerca de 20 mil visitantes por mês, o Parque, além de preservar a várzea do rio Tietê, a fauna e a flora da região, possui vários equipamentos esportivos e de lazer.Possui uma trilha que passa entre os recintos dos animais e o lago, que tem cerca de 40 mil m². Este lago e a mata existente servem de suporte para diversos animais silvestres em liberdade, tais como garça, gavião, capivara e ratão do banhado.

Leave a Comment