quarta-feira , 19 janeiro 2022

Home » Alphaville » Exposição de obras de arte “Art Eleven – Um Registro Vivo – 11 Grandes Artistas do Brasil” no Hotel Blue Tree Premium Alphaville

Exposição de obras de arte “Art Eleven – Um Registro Vivo – 11 Grandes Artistas do Brasil” no Hotel Blue Tree Premium Alphaville

dezembro 2, 2016 11:46 pm by: Category: Alphaville, Barueri, Brasil, Grande São Paulo - Região Oeste - Alphaville A+ / A-

ART ELEVEN TODOS RITA ESCOLANO

Fotos: Colaboração de Rita Escolano e Adriana Guidolin

Legenda: Da esquerda para a direita, Zibel, Caciporé, Adriana, Kamori, Sônia e esposo e a jornalista Gláucia Poppe

A exposição  de obras de arte “Art Eleven – Um Registro Vivo – 11 Grandes Artistas do Brasil” aconteceu no dia  26 de novembro no Hotel Blue Tree Premium de Alphaville, com um almoço entre parte dos artistas expositores, a curadora Adriana Guidolin, a assessora de imprensa Rita Escolano e a jornalista convidada, Gláucia Poppe deste periódico (Editora Newsville) exclusiva na cobertura do evento.

filename_0=ART ELEVEN ALMOÇO C ARTISTAS

Os artistas que integram a ‘Art Eleven’ são Antonio Peticov, Caciporé Torres, Carlos Zibel, David Dalmau, Duda Rosa, Guto Lacaz, Ivald Granato, Kamori Mori, Neno Ramos, Sandra Zebi e Sônia Menna Barreto. A exposição reúne muito do que há de melhor dentro da Arte Contemporânea entre esculturas, pinturas e fotografias. Esta é uma geração de artistas destacados que tiveram carreiras e obras reconhecidos por meio de trajetórias bem sucedidas e premiações diversas.
As 31 obras de arte instaladas no lobby do hotel foram distribuídas em área de 400 metros quadrados e ficarão expostas ao público até o dia 20 de fevereiro de 2017. Abaixo, as obras e seus expositores: Kamori Mori, Caciporé Torres, Carlos Zibel e Sônia Menna Barrreto.

ART ELEVEN CACIPORE + KAMORI

Caiporé e Kamori, obras de Kamori pesquisador em papéis artesanais para sua delicada obra de colagem

ART ELEVEN CACIPORE + SONIA MENNA BARRETO

Caciporé Torres com Sônia Menna Barreto pintora da obra inspirada na ‘Rainha do Chá’

ART ELEVEN CARLOS ZIBEL

A dramaticidade e intensidade das obras de Zibel, sempre aos pares

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Caciporé Torres mostra sua obra ‘escultura em metal’ para a jornalista

Artistas presentes entrevistados por Gláucia Poppe

Kamori Mori, expõe três obras com sua arte impressionista e abstrata, com formas geométricas feitas a partir de colagens de lâminas de papel que ele próprio confecciona e colore, a partir de insumos que busca na natureza. É um pesquisador, desde 1968, de fragmentos geométricos criados com papéis artesanais sob traços dentro de  uma lógica contemporânea.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

 

Caciporé Torres, participante de 8 bienais e contemplado com 4 premia-ções,   faz a sua arte para ambientes externos, que podem ser vistas Praça da Sé, Berrini, Juscelino, Largo São Bento, Bela Cintra, dentre outros pontos famosos da capital paulista. Explicando em entrevista, Caciporé contou que não terceiriza nada em sua arte. Busca materiais em ‘ferros velhos’, os corta, lixa e solda em seu atelier, em geral, peças grandes. Morou 9 anos em Paris e é filho de pai francês e mãe brasileira, esta   que escolheu o seu nome indígena.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Com uma tela retratando a rainha portuguesa Catarina de Bragança, Sônia Menna Barreto leva o conceito do chá, em uma arte que não chama de surrealista, já que trabalha com o imaginário a partir da realidade. Explica a sua obra como a ‘Rainha do Chá’, nobre portuguesa, que se casa com um rei inglês, Rei Carlos II, e leva o costume do chá para a Inglaterra. Menna Barreto usou vários saquinhos de chá e os montou no que se chama ‘boneco’, uma realidade em montagem para buscar a imagem a ser retratada em tela, também pesquisando xicaras pra usar uma como imagem, assim, criando uma base para a sua obra de realismo fantástico.  Abaixo, ao lado de Caciporé.

ART ELEVEN CACIPORE + SONIA MENNA BARRETO

Carlos Zibel Costa, na foto com Gláucia Poppe, é artista plástico, crítico de arte, escritor, curador e arquiteto. Faz um jogo de formas em sua arte, em telas pintadas no chão, onde cria efeitos a partir de movimentos da  tinta na tela, criando nuances e efeitos dramáticos. Sempre as pinta em pares, o que cria uma composição que, embora sejam obras independentes, podem ser colocadas em posições diversas, criando leituras diferentes no imaginário de quem as observa.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

As obras valem cerca de R$700 mil e podem ser comercializadas no local – Hotel Blue Tree Premium, na  Al. Madeira, 398 – Alphaville, Barueri.

Visitação: Até 2o.02.2017/ Todos os dias das 9h às 19h, para visitantes da mostra e para os hóspedes do hotel 24h.

 

Leave a Comment